Eu nunca entendi muito bem o porquê os Estados Unidos carrega a fama de ser um país onde se come mal.

Mais bem diria o contrário… Em minhas viagens o quesito gastronômico sempre teve seus momentos de glória. E não foi diferente ao visitar o estado que leva o nome do primeiro presidente dos EUA: Washington State, localizado na Costa do Pacifico, fronteira com o Canadá.

Aí desfrutei, entre outros, de um magnífico jantar na pequena ilha de Lumni digno de três estrelas e uma deliciosa boullabaise com seu rouille na excelente região vinícola de Walla- Walla. (Diga de passagem, bem longe do mar!)

LUMMI ok copy

Também foram degustadas com fruição as famosas costelinhas (ribs, super macias…de desmanchar na boca),milhos tenros que pareciam ter sido cultivados ao leite, saborosos caranguejos gigantes do Alaska (King Crabs), ameijoas e ostras dos mais variados tipos, camarões frescos recém-pescados, queijos elaborados com leite cru, sem pasteurizar, nada deixando a desejar quando comparados aos melhores europeus.  

walla walla ok copy

 

Os vinhos são um tema a parte.  O estado é a segundo maior produtor dos EEUU e a prestigiosa revista Wine Spectator não hesita em denominar a região como um “segredo aberto” quanto a excelência de seus caldos. Para quem tiver a curiosidade de saber mais sobre o assunto click no mapa para ser dirigido a um tour virtual. tour_wine_regions_map

 Adegas como Abeja, Cayuse, Figgins ou o exclusivo Leonetti Cellar (apenas acessível à sua seleta lista de clientes, nunca em lojas) por citar alguns, projetam a região como uma nova “Napa Valley”.

Foi uma experiência e tanto!

 Dar a conhecer algumas das inúmeras bondades gastronômicas da região, talvez possa servir como guia a quem se aventurar a visitar tão distantes e belas paragens.